Somos três?

Acredito nessa força extraordinária a quem chamam, simplesmente, Deus.

Sei, por isso, que temos uma essência, imortal, à qual chamo de espírito.

Mas sei que o visível, ao qual chamam de corpo, também tem uma parte invisível, à qual chamam de mente.

Portanto, corpo, mente e espírito, co habitam o mesmo espaço.

Mas, aquilo que era pra ser o natural, com o espírito prevalecendo sobre corpo e mente, na maioria das vezes, não acontece.  Corpo e mente, devem estar a serviço do espírito. Ambos são receptáculo, moradia, proteção para o espírito continuar a sua evolução.

Mas, isso não acontece.

Tudo o que a mente engendra e determina visa apenas o bem estar do corpo, que pede sempre cada vez mais. E os pedidos são cada vez mais superficiais e ridículos, passando por comida, bebida, sexo e prazeres menores, acabando sempre na busca pelo dinheiro. A mente não ouve o espírito quando este pede proteção contra os riscos de doença, contra os desvios de caráter, contra o excesso de desejos.

A mente se julga no comando, responsável pela pessoa, quando é apenas responsável pelo corpo. Esse findará logo e levará consigo todo o metabolismo que permite à mente existir. Essa findará junto. E o espírito perderá a oportunidade de encontrar paz e estabilidade emocional para contemplar o belo, perceber a magia das relações e conformar-se como fim de mais uma etapa.

O espírito não pode lutar contra a mente, pois esta é química e detém as ferramentas da artimanha e do ardil. O espírito é o que nós somos, como Deus criou. A mente é o que os outros nos dão e fazem que sejamos como os homens imaginam que devemos ser.

Publicado em Comunicação | Marcado com , , | Deixe um comentário

Marketing Digital

logoitac social 1  MARKETING DIGITAL

 

A forma de comprar e vender mudou!

Hoje, milhares de consumidores, a cada segundo, abrem uma pesquisa na internet em busca de informações sobre um produto. A população está equipada com tablets, smartphones, computadores que lhe possibilita visitar grandes lojas, procurando preço e qualidade.

Nenhum empresário pode ignorar isto!

A imagem da porta aberta, esperando o consumidor entrar e comprar, está cada vez mais angustiante, pois as opções aumentaram e apenas algumas lojas tem seus balcões lotados, e isso, em apenas algumas datas especiais.

É preciso inverter. É preciso visitar o cliente, como faziam os carregadores de pasta, os caixeiros viajantes de antigamente. E mais, é preciso tratar o cliente individualmente, um a um, e respeitando as suas características.

O marketing também mudou. Ficou rápido, quase que instantâneo, e as grandes campanhas que demoravam meses para serem preparadas e, semanas, sedo exibidas nos pontos de divulgação, agora são simples eflyers.

Algumas agências de comunicação adiantaram-se e oferecem várias metodologias de marketing digital. Palavras, como Leads, Inbound Marketing, Mailings, Landing Page, entre outras, já são comuns entre os profissionais de comunicação. Os empresários que utilizam os serviços dessas agências, naturalmente, estão em vantagem. Os que não usam e nem se interessam tem o destino incerto e, certamente, muito mais dificuldades de fechar as contas ao final de cada mês.

A ITACOM, através de seus sites de empresas, espalhados por todo o Brasil, coloca o marketing digital a serviço de seus clientes. Com um suporte on line, através de textos e vídeos e com uma taxa, simbólica, de apenas dez reais/mês (R$10,00), o empresário monta seu mailing, formando uma clientela nova e recebendo orientações de campanhas de vendas digitais, com contatos quinzenais.

Vale a pena contatar o suporte ITACOM, mesmo que seja apenas para esclarecimentos, gratuitos, como é o cadastro da empresa no site. Clique em Cadastre-se. Ou clique em Fale Conosco.

empresasdebauru.com.br

empresasdoriodejaneiro.com.br

empresasdaregiaodoslagosrj.com.br

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Que zika!!! E a cadeia alimentar?

 

Construção de biodigestor em assentamento rural

Construção de biodigestor em assentamento rural

 

Eu falava de prevenção da dengue em uma das aulas de um dos cursos de educação ambiental ministrado pela Itacom junto a Colônias de Pescadores em cidades da Bacia de Campo RJ, quando um dos participantes, que mora em uma área rural, fez uma pergunta:

Porque devo esvaziar vasilhames com um pouco de água, que estão jogados no meu quintal, se a menos de 50 metros, perto do riacho, está cheio de poças d’água, cheios de larvas de mosquitos?

Respondi com uma pergunta

Á noite, você escuta o coaxar dos sapos?

Sim! ele respondeu

Então, onde há sapos, há girinos. E os girinos comem as larvas.

Ainda complementei a resposta com outra pergunta

E de dia, você tem visto libélulas voando por sobre as poças?

Sim! voltou a responder

Então, elas estão se alimentando com os mosquitos que conseguiram sobreviver aos girinos

Falei sobre presas e predadores. Falei sobre a fantástica engenharia zoológica criada por Deus, justamente para proteger o homem, sua espécie preferida. Aí, eu lembrei de um médico que conheci e que se vangloriava por não errar um tiro, com sua espingarda de chumbinho, nas lagartixas que apareciam nas paredes de sua casa. Um médico!! Perguntei ao médico se ele sabia que o alimento preferido da lagartixa eram insetos e cabeça de barata e ele apenas balançou a cabeça num gesto de censura, como se eu estivesse estragando seu divertimento.

Lembrei também de uma moça recém casada que disse que o pior da limpeza da casa era tirar teia de aranha do forro. Afirmou que sentia imenso prazer em matar a aranha, para que ela não fizesse mais teia nenhuma ali. Quando eu disse que ela deveria tirar apenas a teia já suja de pó, para que a aranha fizesse uma nova, mais pegajosa, ela me olhou incrédula. E nem permitiu que eu explicasse minhas razões de ter contrariado seu prazer mórbido e nocivo.

Hoje quando ouço e leio as notícias sobre o zika vírus, fico imaginando como Deus deve estar triste ao ver seus novos seres humanos, ainda a nascerem, praticamente morrerem no útero, porque sua mais preciosa criação acha que não tem que cuidar do ambiente em que vive.

E mais, conscientemente, intencionalmente, contribui para a quebra da cadeia alimentar matando sapos, aranhas e outros amigos da vida humana, criando um habitat seguro para o mosquito transmissor, transformando essa miserável presa num mortífero predador de homens, mulheres e crianças. Ah, as crianças!

O tempo aqui é curto, mas voltarei a falar sobre esse assunto no próximo Dicas do Especialista do site http://empresasdoriodejaneiro.com.br

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Agora é totalmente gratuito, inclusive a senha admin. e o suporte. A ITACOM está liberando o cadastro gratuito de empresas no portal de empresas de Bauru a partir de hoje, 12/11/2015 até o dia 11/03/2016

home bauruAs empresas poderão vender pela internet sem custos, por seis meses, com orientação técnica, a partir da data do cadastro. Cada empresa tem direito a uma página exclusiva, sem inserção de publicidade de outras empresas abaixo do cabeçalho, indefinidamente.

Confira esta página

http://www.empresasdoriodejaneiro.com.br/pagina_empresas.php?id=77

Na sua página é possível ;

montar uma galeria com até 100 (cem) fotos ampliáveis (800 x 600),

cadastrar um formulário de contato,

inserir filmes comerciais,

criar e-flyers,

construir banners rotativos,

enviar textos promocionais

Acesse http://empresasdebauru.com.br/index.php e clique em CADASTRE-SE

Após a inserção dos dados solicitados, sua empresa receberá uma senha, que poderá ser trocada a seu critério. A Itacom oferece suporte técnico gratuito, por seis meses, para a montagem da página, possibilitando a criação de um catálogo de produtos como se fosse a vitrine de sua loja. Orienta, também, a produção de material audiovisual, como filme comercial, banner rotativo, panfleto eletrônico e textos promocionais, de acordo com a categoria da empresa.

A Itacom está disponibilizando, também gratuitamente, curso, on line ou presencial, para a formação de webvendedores, destinados a auxiliar a empresa a vender pela página. Para saber mais acesse o Fale Conosco na home do site.

A empresa também pode, gratuitamente, divulgar vagas de empregos e informações jornalísticas sobre as atividades da sua empresa, a partir de matéria e fotos enviadas para a redação do jornal do site pelo email empresasdebauru@gmail.com

Para ser encontrada pelo consumidor, é muito importante, porém, que a empresa insira, ao se cadastrar, a relação dos produtos que vende. Separe os nomes por ponto e vírgula, não importando quantos sejam.

WEB VENDAS , UMA PROFISSÃO NECESSÁRIA

A Itacom criou o curso de formação de web vendedores para que estes auxiliem a empresa a administrar comercialmente seus sites.

É sabido que a maioria dos empresários tem pouco tempo para cuidar do comércio virtual.

Por isso, a Itacom está formando jovens, que tem um grande número de contatos nas redes  sociais, para capacitá-los a produzir panfletos eletrônicos de promoções. Essas são sugeridas pela empresa que eles estiverem servindo, e serão inseridas em cada linha do tempo de cada contato, após a devida permissão. A compra é feita, apenas, pelo formulário de contato e o web vendedor ganha uma comissão, previamente combinada com a empresa. O web vendedor pode também, a critério da empresa, administrar toda a página, produzindo filmes, banners e textos, já que estará capacitado, com noções técnicas e publicitárias, para isso.

A relação é entre a empresa e o web vendedor, sem interferência ou ganho da Itacom. O curso de web vendas também é gratuito

Tudo isso é grátis,mesmo, por seis meses. Após isso, se deu certo, basta contratar o suporte por R$10,00/mês . Não custa nada experimentar.

Publicado em Comunicação | Deixe um comentário

FUAM pretende reativar Projeto AMEM

A Federação da União das Associações de Moradores de Bauru pretende captar recursos junto a empresas para reativar o projeto das Associações de Moradores Empreendedores (AMEM). Vale lembrar que o projeto teve seu início em 2008, em parceria com a Associação de Moradores de Vila Dutra e o CPP-CIDADES UNESP BAURU, sob a coordenação do Prof José Xaides, dentre outras entidades. O projeto prevê a recuperação de matéria prima, com a AMEM comprando embalagens usadas dos moradores, e a construção de biodigestores para produção de biogás a partir do lixo orgânico e geração de energia elétrica. Além disso, o resíduo do biodigestor é um adubo ricamente nitrogenado, podendo ser comercializado para lavoura ou jardinagem ou transformado em ração de animais. É o lixo sendo utilizado para gerar energia limpa e barata localmente e, ao mesmo tempo,  melhorando a qualidade de vida das pessoas, através da geração de renda pelo princípio da economia solidária e da redução de lixões e aterros sanitários. Brevemente, acontecerá uma reunião entre a FUAM e outras duas associações de moradores já identificadas com o projeto. Desta vez, todo o projeto será supervisionado pela ITACOM.

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Turismo Urbano – Uma Feira Livre no Rio de Janeiro para ver gente.

Gostei da arrumação Quem visita a cidade do Rio de Janeiro precisa de muitos dias para conhecer apenas um pouco das muitas maravilhas da natureza que aqui existem. Mas há uma atração que não é muito citada nos folders das agências de turismo, a brincadeira natural, no jeito de falar do carioca!

     Não encontrei bancas de animais vivos, como aves ou peixes

Logicamente, isso não será notado nos pontos mais badalados da cidade, uma vez que nesses dias de hoje, a preocupação com a segurança, entre outras coisas, faz com que todos se sintam um pouco tensos. Um dia desses, porém, andando pela ruas da Tijuca, me deparei com uma feira livre, despretensiosa, comum, como tantas que existem e funcionam em praticamente todas as cidades brasileiras, e resolvi passear por ela.

Não encontrei o setor de bacias, que são os produtos com aparência ruim, mas bons para o consumo aindaEncontrei pessoas, gente trabalhando ou comprando que, de uma forma expressiva, literalmente, fizeram com que eu deixasse de olhar as bancas, muito bem montadas e dos mais variados tipos, para prestar atenção nelas. Tudo no meio daquele cheiro de hortaliças e frutas fresquinhas – sabor de natureza e bem estar.

Carnes e embutidos

Carnes e embutidos

queijos e outras coisas do sítio

Queijos e outras coisas do sítio

Tanto o jeito de comprar como a forma de vender das pessoas pareciam musicais. Era como se estas obedecessem um roteiro, leve e agradável, de uma peça teatral dinâmica e de curta duração. Eu quase comecei a comprar, sem nem ter como ou para onde levar. Mas perguntei bastante, coisas como origem, preços e outras singularidades dos produtos. Bom conversar com pessoas. A leveza parece até um atrevimento, mas o direito de brincar também te pertence. Presenciei várias conversas que pareciam cenas de um programa

Início da feira, em frente ao Colégio Militar, na Tijuca

humorístico de TV. Mas o que importa é a sensação boa que se tem, de fazer um passeio descompromissado, sem pressa e, como em todas as feiras livres, terminar na barraca do pastel, acompanhado de um caldo de cana. Ou com um suco de cana, como diz Julia, minha netinha.

A visualização dos produtos é muito boa

A visualização dos produtos é muito boa

banca de peixes sem aquele cheiro de peixes

Banca de peixes sem aquele cheiro

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

O prefeito faz política, o secretário administra

Aproximam-se as eleições municipais e já começo ouvir as mesmas frases de pré candidatos. As mesmas frases de sempre, que nem vou escrever aqui porque todos sabem quais são. Aí, começo a pensar no porquê e sempre concluo que o sistema estabeleceu regras para um jogo em que o povo sempre perde.                                                                                                                                 Não é possível que não se entenda que os candidatos estão pleiteando um emprego. Não é possível que o povo não entenda que ele é o patrão e que seu voto é que dá, ou não, a vaga para um fantástico serviço, para uma função com poderes que nem o próprio povo sabe quais são.

Pode-se dizer que a atual constituição permite ao povo fiscalizar e cobrar a atuação de seu “funcionário”, mas quem cobra?  Quem fiscaliza o vereador, que tem que fiscalizar o prefeito? Um ou dois munícipes mais conscientes ainda se atrevem a alguns questionamentos, mas sabemos que a imensa maioria reclama, mas isenta-se.                                                                                                   Quais os caminhos?

  • A criação de associação de moradores de verdade, com sócios cadastrados e com uma diretoria não restrita a uma ou duas pessoas, normalmente vinculadas a algum político.
  • A formação de um conselho consultivo formado pelos presidentes dessas associações para opinar sobre atos do executivo ou do legislativo, após voto da maioria dos moradores colhido em assembléia em cada bairro .
  • Um exame realizado pelo órgão eleitoral para verificar o nível de conhecimento do candidato sobre a legislação que terá que seguir.
  • A formação de “chapas” compostas pelos candidatos a prefeito e vices e todos os seus secretários.

Bastariam essas providências, já permitidas pela legislação, para amenizar eventuais desvios. Como pode se exigir que um homem ou mulher possa saber tudo sobre as áreas administrativas de uma cidade?  É preciso um especialista para cada área. Não se pode colocar um político para cuidar da saúde ou da educação. É preciso um médico para a saúde e um professor para a educação. Isso é óbvio mas não é o que acontece.   Havendo uma chapa, a população conhecerá os candidatos a cada pasta e poderá avaliar suas idéias.

Ao prefeito cabe usar sua habilidade política para gerenciar essas pessoas. Porque política é isso; gerenciar pessoas, seus egos e suas potencialidades.

 

Publicado em Comunicação | 1 Comentário